O mercado do boi gordo em alta

Escalas de abate de boa parte dos frigoríficos do país estão curtas.

Somado à dificuldade de compra de boiadas, fazendo com que algumas indústrias ofertem mais pela arroba do animal terminado.

Sendo assim a oferta restrita é reflexo dos pecuaristas que ainda não voltaram aos negócios nesta primeira semana do ano.

Segundo a Scot Consultoria, na quinta-feira (3/1), em SP, a referência para o fechou em R$96,50/@, à vista, e R$97,50/@, a prazo. Há ofertas pontuais de até R$1,50/@ acima destes valores.

Reflexo da festas de final de ano que geraram uma melhora nas vendas de carne com osso. Os estoques nas indústrias estão reduzidos, o que mantém o preço do produto em alta.

O preço do boi casado de animais castrados subiu 3,6% nos últimos sete dias. Está cotado em R$6,45/kg.

Em relação aos próximos dias, à medida que os abates e oferta de carne aumentem, não estão descartados preços mais frouxos.

Fonte: Scot Consultoria

Adaptação: Revista Agropecuária

 

 

 

Conheça o Curso de Manejo Nutricional de Gado de Corte (Alimentos e Alimentação)

 

 

 

Veja outras publicações da Revista Agropecuária: A adoção de medidas em conjunto é fundamental para melhorar as condições das pastagens Produtores de gado devem se precaver contra doenças com a chegada do verão Administração de fazendas de bovinocultura de corte

 

Bovinos

Notícias

Pecuária

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.