Combustíveis do futuro, vindos de bactérias

Uma tecnologia nova está sendo desenvolvida pelos norte-americanos, produzindo etetrocombustíveis, com eficiência de até 100%, comparada aos biocombustíveis que capturam energia solar, com apenas 1% de eficiência. Esta pesquisa tem como objetivo romper o ciclo do petróleo, procurando fontes alternativas de combustíveis.

Os eletrocombustíveis funcionam como microrganismos que se alimentam da amônia, prejudicial ou sulfetos de hidrogênio, executando uma carga de eletricidade através de uma solução, e observando como eles convertem o dióxido de carbono no mesmo tipo de combustível, necessário para abastecer os carros. E tudo isso numa célula fechada. O departamento de energia dos EUA está financiando 15 laboratórios no país para desenvolver a melhor forma e mais barata destes bacilos combustíveis.

Outro trabalho está sendo realizado por uma equipe da Universidade do Estado da Carolina do Norte, no qual se combinam enzimas de um micróbio que cresce a 75ºC (167 F) com uma segunda, que se alimenta de hidrogênio. Este "casamento" genético produz precursores de biocombustíveis, como o etanol e o butanol.

  Fonte: Discovery Adaptação: Revista Agropecuária  

Conheça o Curso de Produção de Milho no Sistema de Plantio Direto

 

 

Veja outras notícias da Revista Agropecuária:

Biodiesel de resto de animais Biocombustível feito de óleo da palma é incentivo para a agricultura familiar no Brasil Petrobrás vai investir pesado em bicombustíveis nos próximos 5 anos  

Quer ficar informado? Cadastre-se e receba nossas novidades diariamente!

Digite seu e-mail:

Artigos

Floresta e Meio Ambiente

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2020 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.