Crescente avanço da economia brasileira pode levar o país ao 4º lugar até 2050

De acordo com pesquisa realizada pelo World in 2050 - The Brics and Beyond: Prospects, Challenges and Opportunities o Brasil poderá ultrapassar a economia do Japão até 2050 ocupando a quarta maior economia do mundo.  Outros mercados como a China e Índia também poderão ganhar importância pelos custos baixos de produção.

Levando em consideração o Produto Interno Bruto (PIB) paridade do poder de compra (PPC), o estudo apontou que em 2011 o Brasil possuía US$ 2,3 trilhões e o Japão US$ 4,3 trilhões. Para 2050 são estimados US$ 8,8 trilhões para o Brasil e para o Japão US$ 8,06 trilhões.

Ainda segundo o estudo a China que ocupa atualmente o segundo maior mercado de maior economia global, poderá ultrapassar o os Estados Unidos em 2017, pela PPC e, em 2027, pelas taxas de câmbio de mercado. A estimativa do PIB de US$ 30,6 trilhões para a China em 2030 e US$ 23,3 trilhões para os EUA em 2030. No entanto, os Estados Unidos manterão o primeiro lugar no quesito de maior PIB per capita em 2050, cerca de US$ 90 mil.

Com US$ 34,7 trilhões a Índia deverá ocupar o terceiro lugar e ainda haverá o avanço do México e da Indonésia, em 2050 poderão estar entre as 10 maiores economias (7º e 8º lugares, respectivamente) em termos de PIB por PPC. Países como a Nigéria e o Vietnã também terão um crescimento em 2050, em respectivas 13ª e 19ª posições.

O estudo alerta que elevados déficits fiscais na Índia e no Brasil, excessiva dependência das receitas de petróleo e gás na Rússia e na Nigéria, desigualdade de renda que gera tensões sociais na China e em outras economias em rápida expansão e a instabilidade econômico-financeira no Vietnã são alertas para os riscos políticos e macroeconômicos que podem ameaçar o crescimento das economias.

Fonte: Agricultura Rural

Adaptação: Revista Agropecuária

 

 

 

Conheça o Curso de Desenvolvimento e Produção Sustentável da Agricultura Familiar em seu Município

 

 

 

Veja outras publicações da Revista Agropecuária: Cotação do boi gordo tem queda em relação ao aumento salarial Aumento da chuva retém boiada nos pastos Doenças ocorridas no cultivares de soja      

 

Artigos

Destaques

Notícias

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2020 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.