Mulheres na pecuária

O cenário na produção pecuária vem mudando, e as mulheres se destacam. Na 50ª Exposição de Animais e Máquinas Agrícolas do Rio Grande do Norte, que ocorre em Natal, quatro mulheres, três mineiras e uma goianiense, de três gerações diferentes, deixaram os pecuaristas extasiados com o conhecimento que possuem sobre as raças zebuínas, originárias da Índia e em expansão no Brasil.

Mara Borges Jacinto, 29 anos, natural de Ituiutaba/MG, é juíza de gado. Nas palestras, Vânia Penna, 62; Maria Gabriela Peixoto, 49, e Mariana Alencar, 26, ditam conhecimentos sobre genética e melhoramento animal, na ânsia de aperfeiçoar os rebanhos.

Elas não se intimidaram na carreira mesmo diante os preconceitos enfrentados. As pesquisadoras Vânia Penna e Maria Gabriela começaram a atuar quando a mulher era minoria na medicina veterinária, respectivamente no final das décadas de 70 e 80. Lilian ingressou num universo ainda mais fechado, mas já numa época (2006) em que a mulher se insere mais facilmente nesse mercado de trabalho.

As mulheres se inseriram no mercado com grande luta e vem mostrado qualidade e eficácia no trabalho apresentado.

Fonte: Rio Grande do Norte

Adaptação: Revista Agorpecuária

 

 

 

Conheça o Curso de Desenvolvimento e Produção Sustentável da Agricultura Familiar em seu Município

 

 

 

  Veja outras publicações da Revista Agropecuária: Brasil é o 3° maior produtor de frango corte e 1° lugar em exportação do mundo Nova linha de crédito para o Plano de Safra 2013 Oferta de boi gordo segue limitada    

 

Notícias

Pecuária

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2020 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.