Raiva bovina mata animais no Acre

Raiva bovina leva a morte 66 animais no município de Porto Walter no Acre. De acordo com o Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal (IDAF), a vacinação contra a doença foi recomendada num raio de 12 km de distância das propriedades atingidas. Segundo informações do Governo, foram proibidos pelo IDAF o consumo da carne das regiões afetadas no município.

A raiva bovina é caracterizada como uma doença infecto-contagiosa do sistema nervoso e tem como agente etiológico o vírus Rabdovírus, que agredi predominantemente os mamíferos, a infecção viral é fatal em praticamente 100% dos casos. A doença representa grandes prejuízos econômicos para o produtor, bem como um grande impacto na saúde pública. A fonte de infecção sempre é um animal infectado, sendo que o método de transmissão mais comum é a mordida de um animal portador do vírus, embora a contaminação de feridas cutâneas pela saliva recente possa levar à infecção. O principal agente transmissor do vírus aos bovinos são os morcegos.

A direção do IDAF afasta qualquer relação da raiva bovina com o surgimento de focos de aftosa. O Estado não possui legislação que regulamente a saúde animal e o IDAF não rejeita a possibilidade de intervir na proibição de transporte de animal das propriedades que não vacinaram o gado.

Fonte: Pecuária Rural

Adaptação: Revista Agropecuária

 

 

 

Conheça o Curso de Primeiros Socorros em Bovinos

 

 

  Veja outras publicações da Revista Agropecuária: Brasil é o 3° maior produtor de frango corte e 1° lugar em exportação do mundo Nova linha de crédito para o Plano de Safra 2013 Oferta de boi gordo segue limitada

 

Bovinos

Bovinos de Corte

Bovinos de Leite

Destaques

Notícias

Pecuária

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2019 Revista Agropecuária. Todos os Direitos Reservados.